Não compre, adote!!!

filhotesNa última sexta feira, dia 29 de Setembro, a ativista animal Luisa Mell resgatou 135 cachorros dentro de um canil certificado. Os animais estavam vivendo em condições precárias, sofriam abusos e eram espancados.

A ativista divulgou em suas redes sociais, que recebeu denúncias de maus-tratos no canil localizado em Osasco, e nos vídeos que foram divulgados, é possível ver os cães sendo espancados e ouvir os gritos de dor e desespero dos animais. 

A equipe de Luisa junto com a policia invadiram o local e o que eles encontraram foram condições desumanas, os animais viviam no meio de fezes, alguns tinham os pelos completamente tomado por elas. Eles também eram constantemente agredidos e maltratados. Até mesmo filhotes mortos foram encontrados em sacos de lixo, nenhum animal tinha o tratamento adequado.

Em seu instagram Luisa se manifestou:

 Me faltam palavras para descrever todo o horror que presenciei. Acabamos agora o resgate de 135 animais! Eu n podia resgatar tantos de uma vez, mas como deixá-los ali sendo torturados, maltratados e explorados até a morte? Todos já estão a caminho do @institutoluisamell Imploro que nos ajudem.

Para quem quiser ajudar, os dados para doação são:

Bradesco AG 1974-7 CC 288-7
Itau AG 0772 CC 09021-3
Banco do Brasil AG 1817-1 CC 120.000-3

luisamell

Vamos ajudar esses animais, e parar para pensar um pouco, no quanto colaboramos para que cada vez mais eles sejam maltratados, explorados e vivam em condições horríveis! Precisamos falar sobre a fábrica de filhotes e a importância de se conhecer o lugar antes de resolver comprar um filhotinho.. ou por que não adotar?

O comércio de filhotes é algo cruel, esses animais sofrem demais, qualquer um que tenha um bom coração ficaria com ele partido se soubesse a verdade por trás deste comércio. 

Para começar deixo aqui um vídeo  que mostra um pouco dessa realidade. Os donos de canis em sua maioria só se preocupam em lucrar, assim não se importam com a saúde e bem estar das cadelas, as colocam para procriar constantemente. Mas vamos por partes:

As pessoas se importam muito com a aparência, com a raça, e não no animal em si, o que leva a procura e leva os criadores a cada vez mais colocarem seus cães para procriarem. Sem contar que a cada época temos uma raça da vez, quando eu era pequena eu era apaixonada pelo filme dos 101 dálmatas, fiquei doente por um e meus pais acabaram comprando… e é por isso que vi uma matéria sobre a fábrica de filhotes e me identifiquei com uma parte e vou compartilhar um trecho que foi retirado daqui:

“As pessoas escolhem seus companheiros animais pela aparência, pelo comportamento ou, pasme, pela moda. Cães, gatos e outros bichinhos acabam fazendo parte de um desejo de consumo impulsionado muitas vezes pela mídia e pela cultura pop. Quando os 101 Dálmatas estrearam no cinema, a busca pelos adoráveis cãezinhos explodiu nos EUA. As fábricas de filhotes aumentaram drasticamente a produção de cães da raça Dálmata, sem se importar com o cruzamento, cuidados veterinários ou com a socialização dos filhotes. O resultado disso foram cães mais agressivos do que o normal e, consequentemente, um aumento no número de Dálmatas abandonados – ninguém queria cães que destruíam o apartamento e não eram tão dóceis, enquanto que a realidade mostrada no desenho era justamente outra.”

dalmata

É preciso parar e pensar que animais não são coisas, eles sentem dor, sentem medo, tem sofrimento igual a nós e o que esses criadores fazem, e o que a maioria das pessoas faz é pensar que esses animais são objetos e não seres dignos de uma vida justa.

O que acontece nesses canis? Bom, costumam ser sujos, cheios de animais em um espaço pequeno para eles, quando não são colocados em gaiolas pequenas e sujas. Até mesmo em pet shops, os animais ficam em gaiolas pequenas para eles. As fêmeas a cada cio são colocadas para procriar. Os criadores só se preocupam com uma coisa, o lucro. Em muitos, os animais não tem nem os atendimentos médicos necessários, obviamente os criadores não querem gastar.

Com tudo que esses cães sofrem, os filhotes também sofrem, podendo vir com vários tipos de doenças, ou até mesmo levar a morte de vários deles. Os animais nascem fracos, muitas vezes fora do padrão da raça, o que vai tornar o filhote muito mais suscetível a doenças no futuro!

O Instituto É o Bicho cita algumas das principais doenças que cada raça tende a apresentar devido a cruzamentos forçados:

  • Pug: Meningoencefalite, dermatite, sarna demodécica, insuficiência respiratória podendo chegar a óbito em atividades intensas, rinite alérgica, palato mole alongado, problemas com as glândulas AD-Anais, olho seco e úlcera de córnea, lipoma, epilepsia e otite;
  • Buldog Inglês: Pelve estreita, cruzas por inseminação artificial e parto por cesárea, hipertermia, problemas respiratórios, dermatites, displasia coxofemoral e de cotovelo, hipoplasia da traquéia, hipotireoidismo, prolapso da terceira pálpebra, cálculos na bexiga, olho seco, prolapso uretral, sarna demodécica e mastocitomas;
  • Basset Hound: Otites constantes e problemas ortopédicos graves;
  • Beagles: 34% deles sofrem de inflamações nas artérias coronárias;
  • Chihuahua: Hidrocefalia, pressão no cérebro podendo causar dor e a perda das funções cerebrais;
  • Collies: 90% deles sofrem de anomalia nos olhos que envolve o nervo óptico e a retina;
  • Dálmatas: 30% deles são surdos;
  • Dobermann: 40% deles sofrem de Insuficência Cardíaca;
  • Golden Retriever: Displasia coxofemural, perde a mobilidade nas patas traseiras;
  • Labrador: Torção gástrica, problemas ósseos e insuficiência renal;
  • Lulu da Pomerânia: Deslocamento de patela e degeneração progressiva de retina;
  • Pastor Alemão: Problemas de articulações, displasia coxofemoral, perde a mobilidade patas traseiras;
  • Pitbull: Displasia coxofemural, problemas de patela e muitos problemas de pele;
  • Rottweilers: 55% sofrem de displasia no cotovelo, alergias e hipotireoidismo;
  • São Bernardo: Dilatação gástrica, problemas ortopédicos;
  • Shihtzus: Problemas respiratórios, otites e problemas de pele, coprofagia (come fezes);
  • Sptiz: Luxação patelar, disfunções da tireóide, problemas de pele, fungos, caspa e seborreia;
  • Yorkshire: Hernia, necrose asséptica, ceratoconjuntivite seca, problema de patela.

Fonte: http://www.hypeness.com.br/2015/07/fabrica-de-filhotes-onde-voce-ve-fofura-pode-haver-muito-sofrimento/

fabrica-filhotes6

fabrica-filhotes13

fabrica-filhotes14

Existem tantos animais perdidos, sozinhos e jogados nas ruas precisando de amor e carinho… A estética importa tanto a ponto de colocarmos a vida desses animais em situações tão desumanas? é por muito amor aos animais que se eu puder dar um conselho é esse, adote. Mesmo que você tiver o sonho de ter um cãozinho de certa raça por que não tentar encontrar algum para a doação? ou ao menos visitar algum abrigo de animais abandonados.

Vamos deixar de ser egoístas, se cada um fizer a sua parte logo esses criadores vão deixar de existir e os animais vão poder ter uma vida digna. Eles não existem para nós!!! O amor rege tudo que existe na vida, então vamos irradiar amor e começar a pensar mais, a falar mais por aqueles que não podem. Você pode fazer a diferença na vida de um animal que está sofrendo e ele irá te retribuir com muito amor.

fabrica-filhotes30

fabrica-filhotes27

fabrica-filhotes28

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s